???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.domhelder.edu.br/handle/tede/37
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: SISTEMA DEGRADANTE LABORAMBIENTAL: UMA ANÁLISE SISTÊMICA SOBRE A RELAÇÃO DE INTERDEPENDÊNCIA ENTRE O TRABALHO ESCRAVO CONTEMPORÂNEO E A DEGRADAÇÃO AMBIENTAL
???metadata.dc.creator???: PEREIRA, Camilla de Freitas
???metadata.dc.contributor.advisor1???: COSTA, Beatriz Souza
???metadata.dc.description.resumo???: O trabalho escravo, existente em inúmeras sociedades e, em especial, no Brasil colonial, continua a ter implicações na atualidade. A prática, além das consequências danosas ao ser humano submetido a formas indignas de vida, acarreta impactos ao meio ambiente natural e do trabalho. A despeito das legislações nacionais e internacionais, situações análogas à escravidão permanecem sendo praticadas no país trazendo efeitos ambientais e sociais. Nesse contexto, esta dissertação demonstra como os referidos fenômenos estão interligados e são interdependentes, formando um sistema. Por meio de uma pesquisa qualitativa, descritiva e explicativa, com método hipotético-dedutivo para uma abordagem jurídico-teórica, analisamse fontes documentais, bibliográficas e legislativas. Como marco teórico, o estudo propõe uma releitura do pensamento sistêmico de Fritjof Capra e dos documentos normativos e doutrinários da Organização Internacional do Trabalho – OIT. A investigação permite concluir pela existência de um verdadeiro sistema degradante laborambiental, já que se observa que a prática do trabalho escravo origina uma série interdependente de intervenções negativas no meio ambiente natural e do trabalho. A partir da conclusão da existência desse sistema, reivindica-se a ação do governo e de particulares para sua erradicação por meio do fomento à criação de ofícios dignos, como é o caso dos empregos verdes, que visam à exploração ambiental consciente e sustentável.
Abstract: The slave labor, existing since the discovery of Brazil, has remained in history until the present day. The practice, besides the harmful consequences to the human being, that submits to undignified forms for survival causes impacts on the natural environment and the work. In spite of national and international legislation they are still being practiced in the country bringing environmental and social implications. However, in the places where slave labor is practiced, there is a scenario of degradation of the work and natural environment. In this context, the objective of this research is to investigate if the existence of these phenomena are interconnected and interdependent, which would form the system. The research approach was qualitative, descriptive and explanatory, being the chosen method the hypothetical-deductive with legal-theoretical approach. The techniques used were the analysis of documentary, bibliographic and legislative sources. As a theoretical framework, it will use a rereading of Fritjof Capra's systemic thinking and the normative and doctrinal documents of the International Labor Organization - ILO. Given the investigation it is concluded that there is a system from the moment the slave work is performed, when negative interventions in the work environment and the natural environment begin. From the conclusion of the existence of this system is expected the governmental and private initiative to eradicate it from the creation of decent jobs aimed at conscious and sustainable environmental exploitation.
Keywords: Degradação ambiental. Meio ambiente natural. Meio ambiente do trabalho. Sistema. Trabalho escravo.
???metadata.dc.subject.cnpq???: DIREITO::DIREITO PUBLICO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Dom Helder Escola de Direito
???metadata.dc.publisher.initials???: ESDHC
???metadata.dc.publisher.department???: Dom Helder Escola de Direito
???metadata.dc.publisher.program???: Pós-Graduação em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável
Citation: PEREIRA, Camilla de Freitas. sistema degradante laborambiental: uma análise sistêmica sobre a relação de interdependência entre o trabalho escravo contemporâneo e a degradação ambiental. 2020. 135 paginas . Dissertação( Pós-Graduação em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável) - Dom Helder Escola de Direito, R. Álvares Maciel, 628 - Santa Efigênia, Belo Horizonte - MG .
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
???metadata.dc.rights.uri???: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://10.10.15.28/handle/tede/37
Issue Date: 12-Mar-2020
Appears in Collections:2. Dissertações (Mestrado)
2. Dissertações (Mestrado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CAMILLA FREITAS.pdf1.53 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons